Museu do Amanhã promove programação para o Dia da Amazônia, celebrado em 5 de setembro

O Dia da Amazônia, em 5 de setembro, terá uma celebração especial no Museu do Amanhã, que vem reforçando a importância do tema em sua programação ao longo de todo o ano de 2022. Na próxima segunda, o equipamento cultural estará de portas abertas e segue em funcionamento diário até domingo, dia 11, com uma série de atividades que reforçam a importância do bioma. Além da exposição Amazônia, de Sebastião Salgado, em cartaz até janeiro de 2023, a agenda contará com ações propositivas e uma apresentação musical com artistas indígenas. Serão atividades para todos os públicos com o objetivo de aprofundar os saberes da floresta.

“2022 é marcado no Museu do Amanhã como o ano da Amazônia. O tema vem sendo abordado em exposições e diversas outras ações para que o público possa refletir sobre o seu papel para garantir a floresta em pé. A programação do Dia da Amazônia foi pensada para que visitantes de todas as idades entrem em contato e se encantem com este rico universo”, conta Maria Garibaldi, diretora geral do Museu.


Os encontros terão como objetivo trazer conceitos sobre sustentabilidade e inovações ancestrais sobre a agrofloresta e formas de relação com a biodiversidade, compreendendo a grande extensão florestal como ponto de partida.

Confira a programação completa:

Horta do Amanhã: Dia da Amazônia

Data: 5/9

Local: Terreiro e Horta do Amanhã

Horário: das 15h às 17h

Descrição: realizada pelo Museu do Amanhã em parceria com a CARPE, a Horta do Amanhã: Dia da Amazônia é uma oficina gratuita e formativa em horta urbana a partir dos princípios agroflorestais. Assim, a Horta do Amanhã se tornará um instrumento pedagógico para atividades de educação ambiental, reflexão sobre os modos de produção e consumo e acesso a uma alimentação saudável e de qualidade.


Encontro Mi Mawai

Data: 5/9

Local: Átrio

Horário: 17h

Descrição: o Dia da Amazônia, o Encontro Mi Mawai terá a parceria do músico multi instrumentista Ian Wapichana e Yaku Runa Simi, em um espetáculo musical com duração entre 1 hora e 1h30min. A curadoria foi pensada com base nesta data que precisa ganhar visibilidade, com o propósito de chamar a atenção para a Amazônia. Ian Wapichana trará uma mistura de linguagens musicais que vão do rap às flautas, passando pelo eletrônico. Na exploração da sinergia através do encontro musical, é a primeira vez que iremos fazer um Encontro Mi Mawai 100% originário.

Exposição Amazônia, de Sebastião Salgado

Data: acompanha o horário de funcionamento do Museu

Local: sala de exposição temporária

Horário: das 10h às 18h

Descrição: até janeiro 2023, o público poderá conferir 194 fotografias de tirar o fôlego que são fruto da imersão de sete anos do fotógrafo Sebastião Salgado e de Lélia Wanick Salgado na Amazônia.

PL Amazônia de Pé

Data: 5/9

Local: Átrio

Horário: o livro para a assinatura da PL ficará disponível durante todo o dia para a assinatura dos visitantes interessados

Descrição: o Museu do Amanhã disponibilizará para a assinatura dos visitantes interessados o livro do Projeto de Lei Amazônia de Pé, que tem o objetivo de promover a proteção de todas as florestas públicas na Amazônia legal. Isso será realizado a partir da ampliação e demarcação de terras indígenas, territórios quilombolas, territórios de pequenos produtores extrativistas e novas Unidades de Conservação da Natureza de Uso Sustentável.

BRINCAR É CIÊNCIA: 7 de setembro

Data: 7/9

Local: Exposição principal + observatório

Descrição: sensível a efeméride do Bicentenário da Independência do Brasil, celebrado em 7 de setembro, a atividade Brincar é Ciência trará as atividades a seguir:
 

Pequenos Terráqueos

Local: Observatório

Horário: serão duas sessões para esta atividade:

das 10h30 às 11h30: Sessão para bebês. Classificação indicativa: de 0 a 2 anos e 11 meses

das 11h45 às 12h45: Sessão para crianças. Classificação indicativa: de 3 a 6 anos.

É necessário inscrição prévia no site do Museu do Amanhã.

Utilizando da música e de materiais transformáveis, as crianças entrarão em contato com um universo lúdico. Dentro das sacolas-surpresa saem bacias que viram chapéus, que viram tambores, bolinhas que são comidinhas para a sopa, tecidos que viram capas de princesas e super-heróis e o que mais a imaginação criar. Nesta edição, a temática será o bioma amazônico, em referência ao Dia da Amazônia.

Trilhar o Amanhãs

Local: exposição principal

Horário: serão duas sessões para esta atividade: das 11h às 12h30 e das 14h às 15h30.

Descrição: visita mediada pelos educadores do Museu do Amanhã na Exposição Principal, percorrendo as cinco grandes áreas expositivas convocando o público espontâneo para investigar e refletir acerca das possíveis brechas no discurso hegemônico sobre a independência a fim de evidenciar outras narrativas. Os educadores estarão 30 minutos antes do início de cada mediação na bilheteria do museu realizando a inscrição dos interessados.

Contação de Histórias: Pequena África

Local: Observatório

Horário: sessão única, das 15h às 16h

Descrição: contação de histórias africanas e afro-brasileiras com Anderson Barreto.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s